MINHAS FÉRIAS

Verão chegou, hora das merecidas férias. Afinal de contas, ninguém é de ferro.

Então vamos aos preparativos – cada dia perdido é um dia a menos aproveitado – separa roupa, protetor solar, roupa de banho, brinquedo das crianças; carro abastecido (aí já fica parte de um rim), pneus calibrados; carro carregado, dinheiro do pedágio separado, sinal da cruz feito e vamos que vamos. Ops! Vamos não seria o termo apropriado, mas sim vão, esposa e crianças para praia, curtir as férias. Eu fiquei por aqui mesmo.

Continue Lendo “MINHAS FÉRIAS”

Anúncios

MARKETING DE CONTEÚDO: SEMPRE É TEMPO DE APRENDER

 

Um conceito relativamente fácil, mas um assunto bastante complexo, que pode trazer quando bem feito, um resultado excelente aos seus clientes ou sua empresa. Então, porque não dar uma olhada no assunto?

Continue Lendo “MARKETING DE CONTEÚDO: SEMPRE É TEMPO DE APRENDER”

E AÍ? PARA QUEM RECORRER?

Eu sou um grande entusiasta do trabalho das forças de segurança pública, em especial a Brigada Militar (a PM no RS) e da Guarda Civil Municipal de São Leopoldo. O trabalho que realizam, com parcos recursos, salários parcelados e atrasados – no caso da BM – e materiais defasados em comparação ao que a vagabundagem vem usando, tem que aplaudir de pé, pois são realmente os verdadeiros heróis.

Continue Lendo “E AÍ? PARA QUEM RECORRER?”

SÃO LEOPOLDO BANG-BANG

A cidade Capilé, que fica situada na região do Vale dos Sinos, no Rio Grande do Sul, que em outrora já foi pujante e atraia investimentos, indústrias, empregos e pessoas; infelizmente hoje está um lixo! E a impressão que se tem é que está participando de algum campeonato macabro para ver se conseguem bater o recorde de um homicídio por dia.

Continue Lendo “SÃO LEOPOLDO BANG-BANG”

ERRAR É HUMANO…

Não satisfeito em ter se estressado com uma má experiência há três anos, semana passada resolvi repetir a dose. Puta que os pariu tchê, é muita burrice em um corpo só. Vamos ao causo, e este recente que nem fofoca de bolicho (aos amigos acima do Mampituba, é a mesma coisa que boteco, bar, casa de tolerância ou em português bem claro, puteiro).

Continue Lendo “ERRAR É HUMANO…”

ESTÁ NA HORA DE ME BENZER

Para o bem da verdade, já passou da hora de eu me benzer! E vou explicar, ou tentar explicar o porquê?

Pois bem, segundo consta por aí, na história da minha vida, nem sempre fui um cara muito jeitoso para fazer as coisas. Coloca aí a falta de paciência que foi outro item que não veio de série quando eu nasci, está feita a merda. Ou melhor, estão todos os ingredientes necessários para as coisas se esfacelarem na minha mão, deixarem de existir ou perder a utilidade para o qual eles foram montados ou projetados.

Continue Lendo “ESTÁ NA HORA DE ME BENZER”